QUESTÕES

56
Topografia > Curvas de Nível e Poligonais
  • Banca: VUNESP
  • Órgão: TJ-PA
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2014
  • Nº: 41

Considerem-se os pontos e as microbacias dos córregos I, II e III, representados na figura a seguir.

Encontram-se na mesma microbacia de drenagem os pontos

(A) B e C.

(B) A e C.

(C) B e D.

(D) A e D.

(E) A e B.

  • Banca: FCC
  • Órgão: MPE-MA
  • Cargo: Analista Ministerial Arquitetura
  • Ano: 2013
  • Nº: 25

Em análise a um Levantamento Planialtimétrico, a cota do primeiro ponto é de 469,35 m e a cota do segundo ponto é 474,13 m, sendo a distância horizontal entre eles de 335,27 m. Pode-se afirmar, corretamente, que o terreno

(A) é longitudinal, com relevo levemente ondulado, onde a declividade está entre 3 a 6% e considerada moderada.

(B) tem relevo plano, onde a declividade é inferior a 3% e considerada fraca.

(C) é transversal, com relevo levemente acidentado, onde a declividade está entre 5 a 10% ou 5 e 10 m.

(D) tem relevo plano, com desníveis iguais ou maiores a 5 m, onde a declividade é igual ou superior a 5% e, portanto, considerada moderada.

(E) tem relevo levemente ondulado, onde a declividade é igual ou superior a 3% e considerada moderada.

  • Banca: FCC
  • Órgão: TRT-5
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2013
  • Nº: 30

Considere o perfil topográfico abaixo.

Corresponde a um corte esquemático que liga os seguintes bairros da capital baiana, da esquerda para a direita:

(A) Parque Bela Vista a Canela.

(B) Ondina a Pernambués.

(C) Comércio a Itaigara.

(D) Pituba a Nazaré.

(E) Rio Vermelho a Vila Laura.

  • Banca: FGV
  • Órgão: CONDER
  • Cargo: Arquiteto e Urbanista
  • Ano: 2013
  • Nº: 68

Calcule a base de um talude de corte num terreno composto por argila, cujo declive é de 4:5, sabendo‐se que a altura a ser vencida é de 8 metros e que haverá um plano horizontal de 1 metro de base, a cada 2,00 metros de altura, interligando os segmentos em declive.

(A) 9,40 m.

(B) 10,00 m.

(C) 10,40 m.

(D) 13,00 m.

(E) 14,00 m.

  • Banca: FGV
  • Órgão: INEA
  • Cargo: Arquiteto e Urbanista
  • Ano: 2013
  • Nº: 41

O  método  de  levantamento  planimétrico  que  consiste  em se fazer  uma  poligonal aberta ou fechada no terreno, para  se medirem seus ângulos e distâncias, em que os ângulos devem ser lidos em duas posições (direta e inversa) do aparelho apropriado e as distâncias podem ser lidas com o distanciômetro, trena ou pela taquiometria, denomina‐se 

(A) caminhamento. 

(B) coordenada. 

(C) interseção. 

(D) irradiação. 

(E)  triangulação.