QUESTÕES

174
Conforto > Conforto Térmico
  • Banca: CESPE
  • Órgão: MPE-PI
  • Cargo: Analista Ministerial Arquitetura
  • Ano: 2012
  • Nº: 93



 

Um escritório de arquitetura desenvolveu um projeto para ser submetido a um concurso público em Palmas, no Tocantins, cuja latitude é igual a 10°11' 4" sul. Devido a um erro de um dos responsáveis técnicos, os brises do projeto foram desenhados levando-se em consideração a latitude de Palmas, no Paraná, que é igual a 26º29'3" sul.

Com relação à situação hipotética descrita e nas figuras apresentadas, julgue os itens a seguir acerca dos aspectos de conforto em edificações e do uso de cartas solares.


Os materiais de revestimento de uma fachada influenciam diretamente no desempenho térmico de um edifício térreo e, também, no de seu entorno imediato. 

  • Banca: CESPE
  • Órgão: MPE-PI
  • Cargo: Analista Ministerial Arquitetura
  • Ano: 2012
  • Nº: 94



 

Um escritório de arquitetura desenvolveu um projeto para ser submetido a um concurso público em Palmas, no Tocantins, cuja latitude é igual a 10°11' 4" sul. Devido a um erro de um dos responsáveis técnicos, os brises do projeto foram desenhados levando-se em consideração a latitude de Palmas, no Paraná, que é igual a 26º29'3" sul.

Com relação à situação hipotética descrita e nas figuras apresentadas, julgue os itens a seguir acerca dos aspectos de conforto em edificações e do uso de cartas solares.


Ainda que haja diferença considerável entre a latitude dos dois municípios, é correto afirmar que para uma fachada noroeste, nas duas cidades, o desenho dos brises poderá ser de certa forma semelhante, ainda que estes possuam tamanhos diferentes e sejam desenhados de acordo com aspectos de plasticidade, visibilidade e ventilação distintos. 

  • Banca: CESPE
  • Órgão: TJ-RO
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2012
  • Nº: 54

Relativamente ao desempenho térmico, a taxa de radiação incidente sobre um corpo, por unidade de área da superfície, é denominada

A) coeficiente de sombreamento.

B) difusividade térmica.

C) capacidade térmica específica.

D) irradiância.

E) absortância à radiação solar.

  • Banca: CESPE
  • Órgão: TJ-AL
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2012
  • Nº: 47



Por meio de quadrículas modulares de projeto, é possível compatibilizar os diversos projetos de uma mesma construção e evitar que os projetos arquitetônico, estrutural, de cobertura e de instalações, por exemplo, apresentem incongruências. A figura acima apresenta esquematicamente o sistema construtivo desenvolvido para a execução dos hospitais da rede SARAH. A modulação do piso é marcada por peças de laminado melamínico e a das paredes, por placas de argamassa armada em pares. O módulo (m) utilizado mede 1,25 m, do qual derivam as dimensões dos elementos construtivos. Nos quatro pontos — 1-A, 1-G, 3-A e 3-G — estão marcados pilares que definem o módulo estrutural (M). Considerando informações relativas a modulação e racionalização da construção, leitura e interpretação de projetos estruturais para edifícios, pinturas e revestimentos, especificações e quantitativos, assinale a opção correta a respeito do sistema construtivo acima.

A) O processo de colagem do piso de laminado melamínico consiste em aplicar cola à base de solvente no contrapiso previamente regularizado e nas placas, e, em seguida, ajustálos e pressioná-los fortemente.

B) O módulo de vedação — m — está aplicado sobre uma quadrícula de 1,25 m × 1,25 m, e o módulo estrutural — M — está aplicado sobre uma malha retangular de 2,50 m × 6,25 m.

C) Nesse sistema construtivo, o módulo estrutural pode ser coberto economicamente com pré-moldados, de maneira que as vigas principais sejam instaladas longitudinalmente, suportando cinco lajes transversais de 2,50 m de largura.

D) O espaço vazio entre as placas de argamassa armada colocadas em pares garante o conforto térmico do ambiente devido ao fenômeno conhecido como efeito chaminé.

E) Para cobrir as irregularidades e porosidades da argamassa armada e atribuir-lhe uma superfície lisa e facilmente lavável, deve-se utilizar epóxi e aplicá-lo sobre uma base anticorrosiva.

  • Banca: CESPE
  • Órgão: TRE-RJ
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2012
  • Nº: 70


legenda:
1. manta asfáltica de impermeabilização
2. camada de regularização/caimento
3. capeamento metálico
4. pingadeira
5. isolamento térmico de poliestireno, 2 camadas
6. brise metálico horizontal a cada 7 cm
7. viga baldrame
8. balisador
9. contrapiso
10. piso em madeira
11. calha

Considerando o corte genérico apresentado na figura acima e aspectos do projeto arquitetônico, julgue os itens de 69 a 77.


A instalação da camada de isolamento térmico indicada pelo número 5 no corte apresentado na figura pode ser utilizada em um projeto localizado na região sul do Brasil.