QUESTÕES

9
Teoria e História da Arquitetura > Conceitos Arquitetônicos
  • Banca: FGV
  • Órgão: CONDER
  • Cargo: Arquiteto e Urbanista
  • Ano: 2013
  • Nº: 53

No  âmbito  dos  sistemas  arquitetônicos  contemporâneos,  o conceito  de  edifício‐massa,  uma  das  tipologias  chaves  na evolução das propostas do arquiteto Rem Kolhaas, que interpreta as megaestruturas tecnológicas, caracteriza‐se 

(A) pela compartimentação de plantas e seções. 

(B) pela sobreposição espacial. 

(C) pela minimização das conexões internas. 

(D) pela dispersão da fragmentação. 

(E)  pelo reagrupamento de objetos homogêneos.

  • Banca: FGV
  • Órgão: CONDER
  • Cargo: Arquiteto e Urbanista
  • Ano: 2013
  • Nº: 54

Em  suas  Lições  de  Arquitetura,  o  arquiteto  holandês  Herman Hertzberger  ensina  que  “o  espaço  deve  sempre  ser  articulado para criar lugares, unidades espaciais cujas dimensões e níveis de demarcação possam torná‐las capazes de acomodar o padrão de relações dos que vão usá‐las”

No  âmbito  do  conceito  de  articulação  espacial,  assinale  a afirmativa correta. 

(A) Quanto  mais  articulação  houver,  maior  será  a  unidade espacial. 

(B) É a natureza da articulação, como princípio em prática, que determina o potencial do espaço. 

(C) Quanto mais centros de atenção existirem, menos o efeito total será individualizante. 

(D) É impossível articular um espaço que seja adequado para os usos centralizado e descentralizado. 

(E)  Um  espaço  amplo  bem  articulado  desencoraja necessariamente seu uso por um único grupo central. 

  • Banca: CESGRANRIO
  • Órgão: CEF
  • Cargo: Arquiteto
  • Ano: 2012
  • Nº: 17

O hospital é um programa arquitetônico dos mais complexos. Nele interagem relações diversas de alta tecnologia e elaborados processos de atuação profissional. 

Nessa perspectiva, associe os pontos que devem ser considerados em um projeto aos seus respectivos conceitos.

I - Contiguidade
II - Valência
III - Expansibilidade

Q - Conceito introduzido por Jarbas Karman, desempenha um papel importante na concepção, no ordenamento funcional e na aglutinação racional e lógica de componentes afins.

R - Conceito de projeto no qual, a partir da morfologia arquitetônica adotada no seu sentido macro, já sejam previstas futuras ampliações.

S - Forma pela qual a anatomia do edifício hospitalar organiza os percursos, as distâncias e as relações entre setores, unidades ou departamentos.

T - Conceito de projeto que estabelece as condições essenciais para que os espaços hospitalares contenham, de forma adequada e exclusiva, todas as funções para as quais foram projetados.

As associações corretas são:

(A) I - Q , II - T , III - R

(B) I - R , II - Q , III - T

(C) I - S , II - Q , III - R

(D) I - T , II - S , III - Q

(E) I - T , II - Q , III - R

  • Banca: FCC
  • Órgão: TRF-2
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2012
  • Nº: 45

As teorias (de arquitetura inclusive) podem ser caracterizadas pelas várias maneiras de apresentar o seu objeto. Elas são 

I. prescritivas; 
II. fatalistas; 
III. proscritivas; 
IV. afirmativas ou críticas. 

É correto o que consta em 

(A)  I, II e III, apenas. 

(B)  I e III, apenas. 

(C)  II e IV, apenas. 

(D)  I, III e IV, apenas. 

(E)  I, II, III e IV.

  • Banca: FCC
  • Órgão: TRE-PE
  • Cargo: Analista Judiciário Arquitetura
  • Ano: 2011
  • Nº: 34

Em suas reflexões sobre como procede o arquiteto quando concebe e projeta, Lucio Costa constata a existência de dois conceitos distintos a orientá-lo: 1) o orgânico-funcional; 2) o plástico-ideal.

Considere as seguintes características desses dois princípios da metodologia de projeto de arquitetura:

I. No primeiro caso, a obra desenvolve-se como um organismo vivo onde a expressão arquitetônica do todo depende de um rigoroso processo de seleção plástica das partes que o constituem e de como são entrosadas.
II. O segundo caso implica no estabelecimento de formas a priori, às quais se ajustam de modo sábio ou engenhoso às necessidades funcionais, visando à obtenção de formas livres ou plasticamente puras.
III. No primeiro caso, a beleza desabrocha como numa flor e o seu modelo histórico mais significativo é a arquitetura dita “gótica”.
IV. No segundo caso a beleza se domina e contém como num cristal e a arquitetura chamada “clássica” é um bom exemplo.

É correto o que consta em

(A) I e IV, apenas.

(B) I, III e IV, apenas.

(C) I, II, III e IV.

(D) II e III, apenas.

(E) I e II, apenas.